MATÉRIAS

▉ O PONTO DE ENCONTRO DOS CINEMATOGRAFISTAS DO BRASIL ▉

Loading...

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

DICAS PARA FILMAGENS INFANTIS



Sou pai de dois filhos. Ambos trabalham comigo e escolheram seguir minha carreira: Marketing, publicidade e comunicação. Lembro quando ambos eram pequenos, todas as festinhas de aniversários deles eram filmadas. Hoje, já adultos (o mais velho tem 24 anos e a mais nova 20) sentem-se orgulhosos por ter tido um pai que se preocupou em registrar cada passagem da vida deles. E como é bom, até hoje, reunir a família e assistir as festinhas filmadas. Não tem preço. Neste ambiente em que criei minha dupla, eles assumiram a parte infantil da Memory Brasil, que se chama Memory Kids. E se especializaram em registrar os incontáveis aniversários que fechamos mensalmente.

Começo de carreira
Quando comecei a filmar aniversários infantis, era igual a qualquer um. Filmava aquele monte de gente entrando, ficava horas seguindo a criança e depois do parabéns, “enfiava a viola no saco e ia embora”. O produto entregue? Uma edição cansativa com musicas infantis que, creio eu, nem as crianças aguentavam. Até que um dia resolvi reavaliar meus processos, redesenhar meus trabalhos e criar algo diferente. E assim passei a adotar uma estratégia simples. Fazer um trabalho que agradasse primeiramente a criança, e depois a mãe.

Isso é fato: Uma mãe está disposta a gastar horrores numa festinha para seu filho. Se você conquista-la, terá pelo menos uns 4 a 5 anos de trabalhos garantidos, já que normalmente os pais contratam o serviço de filmagem até seus filhos fazerem estas idades. E após a festa, você não retira um tostão furado a mais da cliente. Outra coisa importante. Uma mãe é sempre uma mãe. Seu filho é o mais lindo do mundo. Então ter detalhes da criança numa produção esmerada é conquista na certa.

Simpatia e empatia
Outro detalhe importante é a sinergia entre quem filma e quem é filmado. Se a criança não for com sua cara, se incomodar com a luz da sua câmera ou com seu apelo de ficar chamando a atenção dele para ter a melhor cena,  desista de gravar aniversário infantil. Acho que percebi isso no momento certo. Acompanhando um menino desde os seus primeiros anos de vida, ao completar 7 anos, não consegui fazer mais nenhum take agradável dele. Ou fugia da câmera, ou não olhava pra ela, ou simplesmente fazia pra mim aquele “sinal” com o dedo... Para uma criança, você é um gigante, e escondendo o rosto atrás de uma lente é simplesmente assustador.
Aí senti que estava mais para avô do que para coleguinha. E foi aí que entrou minha filharada.

Equipe Memory Kids - em sintonia com a gurizada
Onde quero chegar?
Até você, que filma ou pretende filmar crianças. Primeiro o aniversariante tem que ir com sua cara, depois é a mãe dele se simpatizar com você. Faça uma avaliação crítica de sua personalidade, seu visual, sua paciência. Você tem que se parecer com alguém que a criança se sintoniza na hora. Falou “hei neném” e o moleque virou a cara, já perdeu! Ou então faça como uma dupla de cinegrafistas que um dia apareceu vestidos de palhaço e urso filmadores. A ideia foi boa. Porém o aniversariante ficou com medo do palhaço e o cara de urso quase morreu de calor dentro da fantasia.

Repaginação total
Refizemos nossa engenharia de trabalho e remontamos uma equipe. O rapaz grava os convidados e decoração enquanto a mocinha foca na criança. Por ser jovem, consegue cenas maravilhosas do aniversariante. Sem falar que pode descer o escorregador junto com a criança, e a filmando na descida. Imagine eu! Quando eles filmam um aniversário, 90% das cenas soam com muita  sinceridade. 
Dica do Keko - Deixe as crianças se sentirem confortáveis com você antes de começar a apontar as câmeras para elas. Se as crianças se sentirem desconfortáveis ​​em torno de você, vai dar um monte de REC  com crianças virando a cara ou fugindo de você. Não chegue falando ou brincando. Simplesmente olhe para elas e sorria. Comece a gravar de longe, mas deixe o aniversariante perceber. Aos poucos sua presença e equipamento será algo já assimilado por ele. Se sentir que está curioso, vire o view finder para ele e o deixe se ver. Se aproxime, deixe tocar na lente, coloque uma balinha dentro do parassol.  Ao falar com uma criança,  ajoelhe-se para ficar no seu nível de olhar. Se as crianças confiarem em você, terá cenas indescritíveis para incluir no vídeo.

Estratégia de captação
Meus filhos usam dois tipos de abordagem para gravação. A primeira é mover-se em torno da periferia da ação e gravar à distância. Grave enquanto elas estão rindo e brincando com seus amigos.
A segunda abordagem é se infiltrar no meio d a ação. Uma boa maneira de fazer isso é se sentar no chão no meio de um grupo de jovens (até seis anos dá. De sete pra cima a turma já está muito levada). Faça da câmera a grande atração. Em poucos minutos você terá várias crianças correndo e rindo ao seu redor. Minha filha grava neste momento sem olhar pelo LCD, assim ela mantem o contato visual com a criançada.



Virar o LCD para a criança é uma estratégia infalível!
O que gravar
As crianças serão o seu foco principal, obviamente.  Mas não se esqueça dos convidados e seus pais. Faça cenas de grupos de crianças brincando, e obtenha closes de rostos. Muitos closes. Mães adoram idolatrar seus filhotes. Os filhos babam, elas também. Não se esqueça da decoração. Há um mar de pequenos detalhes que podem ser gravados. Plano geral, médio, fechado. O bolo merece diversos enquadramentos. 

Cantar o parabéns e soprar as velinhas. Você tem apenas uma chance para gravar. Então não pode falhar, a sua luz não pode apagar, a bateria não pode descarregar. Fique atento aos rumores da chegada do parabéns e já marque seu espaço. Já no posicionamento dos pais, aperte o REC e deixe gravando. Crianças são imprevisível por natureza. Tudo acontece muito rapidamente numa festa de aniversário e a melhor cena não pode ser perdida. 
Se a criança é maior, uma boa estratégia é dar a câmera para ela.

Como editar
Na hora da edição, chega de musiquinha infantil. O mercado brasileiro de música infantil faliu a muito tempo. Não existem mais Xuxas, Angélicas, Sandys e Juniors e muito menos Balões Mágicos. Estas músicas no ouvido da garotada de hoje soa como uma música dos anos 60 pra gente. O clima de hoje é de Disney Channel. Artistas como Jonas Brothers, Hanna Montana e Selena Gomes é que fazem as melhores trilhas. E a produção deve seguir os moldes clássicos de um casamento. Devem ter estilo, qualidade e bom gosto. Nada de efeitos estonteantes. Lembre-se que a garotada assiste a canais de programas infantis cada vez mais com conteúdo inteligente, como o Cartoon Network. De bobo eles não tem nada.

Assista agora a um compacto infantil gravado e editado pela Memory Kids e tire suas próprias conclusões. Merece um Oscar ou não?

1 ano do príncipe Igor from Memory Produções Brasil on Vimeo.

● Quem está aqui agora

● Estamos chegando a 2 milhões de acessos!

Twitter Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Download from Blog Template